gal vence

Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Crónica de Fim-de-semana – 13 – 2016 / 2017 – II

Regresso às normais Crónicas desta prova.

Apuram-se para a Fase Final do Grupo A, o que dá acesso á 1.ª Divisão os 2 primeiros classificados de cada Zona.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados
Zona 1
3.ª Jornada
Dia 27-01-17
FC Porto B - CCR Fermentões (21H30)
10.ª Jornada
Dia 22-01-17
FC Gaia - Marítimo (16H30)
11.ª Jornada
Dia 14-01-17
Modicus 24 – 24 Boavista
Gondomar Cultural 30 – 39 CCR Fermentões A
FC Porto B 23 – 25 Xico Andebol
Marítimo 30 – 26 GC Santo Tirso
SP. Oleiros 14 – 25 FC Gaia

Jornada que corresponde à 2.ª jornada da 1.ª volta, e continua-se com um jogo da 1.ª volta por disputar incrivelmente relativo à 3.ª jornada, o que continua a tornar as provas regulares do calendário Nacional, em verdadeiras provas “irregulares”, temos pena mas é uma verdade pura que não pode ser negada por ninguém com responsabilidades. Felizmente nos jogos que se disputaram não se registaram quaisquer ocorrências disciplinares registadas o que é sempre salutar para a modalidade. Nos resultados verificados, salienta-se que dois resultados foram retificados em relação ao que se tinha passado na 1.ª volta da prova, pois desta vez o Marítimo venceu o GC Santo Tirso, e curiosamente o resultado foi precisamente o mesmo só que de sentido inverso. A equipa insular ao intervalo vencia apenas pela diferença mínima (13-12), e mesmo com esta vitória, continua classificado atrás do seu adversário, numa zona onde a discussão pelo possível apuramento para a Fase Final Grupo A está cada vez mais “acesa”. O outro resultado que foi retificado foi o Modicus / Boavista, com a equipa de Sandim a obter desta feita uma igualdade, apesar de ao intervalo estar na frente do marcador por 15-12, mas continua a ser a única equipa da Zona sem averbar qualquer vitória, tendo apenas duas igualdades. Um dos resultados mais interessantes (na nossa opinião), verificou-se no FC Porto B / Xico Andebol, com a equipa vimaranense a confirmar a sua vitória da 1.ª volta, desta vez na condição de visitante, num encontro onde ao intervalo se encontrava a perder por 14-10, mas nos segundos 30 minutos soube dar a volta ao marcador e ao jogo, e com esta vitória, manter isolada no topo da classificação á condição pois o 2.º Classificado têm menos um jogo. Num jogo onde o CCR Fermentões venceu novamente o Gondomar Cultural, agora na condição de visitante, e por margem confortável, que já era previsível no final dos primeiros 30 minutos que terminou com o CCR Fermentões a vencer por 19-13, com esta vitória a equipa do CCR Fermentões, apesar de ter menos um jogo, iguala no 3.º lugar o S. P. Oleiros e passa a ser mais uma equipa a lutar por um lugar na Fase Final Grupo A, por sua vez o S.P. Oleiros, foi copiosamente batido em casa pelo FC Gaia que ao intervalo já vencia por 12-7, e apesar de ter igualmente menos um jogo, isolou-se no 2.º lugar da tabela classificativa, quando estava em igualdade com o seu adversário nesta jornada.

Classificação até ao momento – 1.º Xico Andebol (29 Pontos, 2.º FC Gaia (26 pontos, -1 jogo), 3.º CCR Fermentões A (-1 jogo), e SP. Oleiros (24 pontos), 5.º FC Porto B (23pontos, -1 jogo), 6.º GC Santo Tirso (22 pontos), 7.º Marítimo (21 pontos, -1 jogo), 8.º Boavista FC (16 pontos), 9.º Gondomar Cultural (14 pontos), 10.º Modicus (13 pontos).

Zona 2
1.ª Jornada
Dia 28-01-17
Beira Mar – ACD Monte (21H00)
11.ª Jornada
Dia 14-01-17
CD Marienses 18 – 29 São Bernardo
Beira Mar 26 – 30 AC Sismaria
Juventude Lis 29 – 28 ACD Monte
AD Sanjoanense 37 – 32 ADC Benavente
AD Albicastrense 30 – 26 Estarreja AC

Apenas com um jogo em atraso, e que corresponde ao encontro mandado repetir pelo CT da Federação, o Beira Mar / ACD Monte. A jornada disputada este fim-de-semana, corresponde igualmente como nas outras zonas á 2.ª jornada da 1.ª Volta. De salientar que nos encontros disputados não se verificaram ocorrências disciplinares relatadas, e apenas em dois dos encontros se verificaram resultados diferenciados do ocorrido na jornada homóloga da 1.ª volta. Num dos principais jogos da jornada nesta zona onde nos parece que a disputa dos lugares acesso à Fase Final do Grupo A, terá menos concorrência, disputou-se nos Açores entre o CD Marienses e o São Bernardo, terminando com a vitória incontestada da equipa continental que já vencia ao intervalo por 15-7, com mais esta derrota somos da opinião que a equipa do CD Marienses esta praticamente afastada da discussão pelos lugares de apuramento para a fase Final, onde o São Bernardo se apresenta como um sério candidato, juntamente com a AD Sanjoanense que voltou a vencer o ADC Benavente, num encontro onde construiu o resultado no primeiro tempo ao chegar ao intervalo a vencer por uma confortável margem (24-17), mantendo-se no comando da zona que divide com o AD Albicastrense, que venceu o Estarreja AC, num encontro de grande equilíbrio, e onde ao intervalo vencia somente por um golos (13-12), apenas consolidando a sua vitória no segundo tempo. Em Leiria tivemos um dos resultados retificados em relação ao ocorrido na 1.ª volta, com a dificílima vitória da equipa da Juventude Lis sobre o ACD Monte pela diferença mínima, e com o resultado ao intervalo a ser favorável á equipa da região de Aveiro por diferencial de 5 golos, pois vencia por 14-9, com os leirienses a apenas no segundo tempo a criarem as situações que lhes permitiram a vitória e a troca de posições em termos classificativos. No Beira Mar / AC Sismaria tivemos mais uma retificação de resultado com a equipa de Gândara a obter a sua segunda vitória na prova, num jogo bastante equilibrado, apesar de ao intervalo já se encontrar na frente do marcador por 16-13.

Classificação até ao momento – 1.º AD Sanjoanense, e AD Albicastrense (31 pontos), 3.º São Bernardo (29 pontos), 4.º Estarreja AC (21 pontos), 5.º CD Marienses, e ADC Benavente (20 pontos), 7.º Juventude Lis (18 pontos), 8.º ACD Monte (-1 jogo), e AC Sismaria (16 pontos), 10.º Beira Mar (14 pontos, -1 jogo).      

Zona 3
11.ª Jornada
Dia 13-01-17
Benfica 44 – 21 Almada AC
Dia 14-01-17
CDE Camões 28 – 18 CCP Serpa
Vela Tavira 29 – 27 IFC Torrense
1.º Dezembro 26 – 26 Alto Moinho
Zona Azul 27 – 33 Vitória FC

Zona que continua a ser aquela onde se verifica a maior regularidade competitiva, com mais uma jornada completa, incluído um jogo realizado por antecipação, e que é a única zona onde não se registam jogos em atraso, pelo que a verdade desportiva, até este momento está verdadeiramente salvaguardada. Tal como nas zonas anteriores esta jornada correspondeu á 2.ª jornada da 1.ª volta desta fase., e onde se verificaram duas retificações de resultados em relação ao ocorrido na 1.ª volta, no entanto foi uma jornada sem o registo de qualquer ocorrência disciplinar, o que se salienta. Não se verificaram resultados fora do normal, até no jogo mais importante da jornada (na nossa opinião) o Zona Azul / Vitória FC, onde se encontravam duas das equipas que disputam os lugares de apuramento para a Fase Final Grupo A, o Vitória FC venceu com um resultado final que poderá induzir em facilidades que apenas se verificaram no segundo tempo, pois ao intervalo o Zona Azul vencia por 16-14, com esta resultado o Zona Azul deixou de estar com os mesmos pontos do seu adversário da jornada, e do CDE Camões que venceu com relativa facilidade o CCP Serpa, e assim continua (inesperadamente, diga-se para nós) na disputa por um lugar na Fase Final Grupo A, desta feita ao intervalo já tinha construído praticamente a sua vitória ao terminar o primeiro tempo a vencer por 18-10. Num jogo onde foi retificado o resultado verificado na 1.ª volta, e tinha terminado com a vitória pela diferença mínima do 1.ª Dezembro, desta feita terminou numa igualdade a absoluta, num jogo sempre disputado com grande equilíbrio, e que ao intervalo registava um 13-12 a favor do Alto Moinho, embora seja talvez um pouco cedo, mas na nossa opinião o Alto Moinho está a ficar um pouco longe do que se esperava que pudesse fazer, e o seu apuramento parece-nos cada vez mais difícil. O outro encontro onde o resultado ocorrido, retificou o da jornada homóloga da 1.ª volta foi o Vela Tavira / IFC Torrense, que desta vez terminou com a vitória do Vela Tavira, num encontro que se pode dizer equilibrado, pois terminou pela mesma diferença que já se verificava ao intervalo (15-13), e desta forma o IFC Torrense que perdeu um dos seus mais influentes jogadores (Vladimiro Bonaparte), continua a ser a única equipa na zona sem qualquer vitória, precisamente o oposto do Benfica B, que “cilindrou” o Almada AC, num jogo sem muitos comentários pois o resultado é completamente esclarecedor, e mantém a equipa do Benfica B, como sendo a única equipa sem derrotas até ao momento nesta zona.

Classificação até ao momento – 1.º Benfica B (31 pontos), 2.º Vitória FC, e CDE Camões (28 pontos), 4.º Zona Azul (26 pontos), 5.º Alto Moinho (22 pontos), 6.º Vela Tavira (20 pontos), 7.º CCP Serpa (19 pontos), 8.º 1.º Dezembro (18 pontos), 9.º Almada AC (15 pontos), 10.º IFC Torrense (13 pontos).

O Banhadas Andebol

Nuno Grilo em França

NUNO GRILO
NO
CRETEIL (FRANÇA)

Mais um dos bons atletas da modalidade que imigra, desta vez é o Internacional Nuno Grilo que vai representar o US Creteik Handball (França), clube que disputa a principal Liga de Andebol em França, e que realizou o seu último jogo pelo ABC na 19.ª Jornada frente ao Arsenal. O atleta de 29 anos é mais um dos bons elementos do Andebol Nacional a abandonar o mesmo, e pela nossa parte a todos os que procuram melhores condições e muito provavelmente irão evoluir, apenas desejamos boa sorte.

O Noticias

domingo, 15 de janeiro de 2017

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 12 – 2016 / 2017

Mais um regresso às normais crónicas de fim-de-semana desta prova do calendário nacional.

Mantemos o texto sobre as estatísticas, pode ser que alguém de bom senso nos leia  e pense, “Continuamos a aguardar pela existência das tão preciosas estatísticas, pois enquanto na FAP, se desviarem os gastos para outros fins, provavelmente com visões diferentes da nossa e da maioria dos adeptos da modalidade, o feminino bem pode continuar à espera de que elas existam. E Até segundo nos parece teremos uma diminuição das transmissões na Andebol TV, aguardemos.”

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
12.ª Jornada
Dia 14-01-17
CS Madeira 15 – 30 Madeira SAD
Dia 25-02-17
Juventude Mar - CA Leça (20H00)
13.ª Jornada
Dia 14-01-17
Maiastars 28 – 28 CA Leça
Colégio Gaia 28 – 21 Alavarium
Juventude Mar 23 – 20 Santa Joana
Académico FC 23 – 25 Juventude Lis
Dia 22-01-17
SIR 1.º Maio/CJB - Madeira SAD (17H00)
Passos Manuel - CS Madeira (16H00)

Neste fim-de-semana, disputou-se um jogo em atraso da 12.ª jornada, que tinha correspondência com a 1.ª jornada da 1.ª volta e mais 4 jogos relativos à 13.ª jornada (2.º da 2.ª volta), e apesar destes acertos como se verificou o adiamento de dois encontros neste fim-de-semana nenhuma equipa realizou jornada dupla, o que já não acontecerá certamente no próximo fim-de-semana. Este fim-de-semana nos jogos disputados, verificou-se uma total inversão de resultados em relação às jornadas homólogas da 1ª volta. Deve-se destacar que em todos os encontros realizados não se registaram ocorrências disciplinares, o que mais uma vez se saúda.

Colégio Gaia 28 – 21 Alavarium

Jogo disputado em Gaia, num pavilhão onde deveriam ser revistas as condições para a sua prática, pois os bancos e a mesa, quase que não possuem espaço para atuar com eficácia, sendo ao mesmo tempo considerado por muita gente (incluindo nós), um dos mais importantes encontros da jornada, pois colocava em confronto desportivo duas das principais equipas da divisão e do género. Com o Colégio Gaia a ser mais uma vez dirigido em termos técnicos por Jorge Tormenta (3.º grau, é a sua habilitação, será que têm alguma autorização especial para estar presente no banco como o único técnico inscrito, pois os requisitos da prova, obrigam ao nível IV / Master Coach). Este foi um encontro onde o equilíbrio se verificou até cerca dos 15 minutos com sucessivas igualdades, para posteriormente o Colégio de Gaia assumir o comando do marcador até final do tempo regulamentar, e aos 20 minutos já vencia por 11-9, chegando a ter 4 golos de vantagem aos 25 minutos (13-9), mas sempre com uma animosa réplica do Alavarium, chegando o intervalo com 14-11 a favor da equipa de Gaia. No segundo tempo com uma boa exibição de Jéssica Ferreira na Baliza do Colégio de Gaia, e com a veloz Helena Soares (3 golos), em bom plano, o Colégio foi-se adiantando no marcador, com a diferença a acentuar-se a partir dos 45 minutos, no Alavarium com muitas falhas técnicas, neste aspeto o jogo não foi um “primor”, pois exige-se mais destas duas equipas, sobressaia Ana Carolina Silva (5 golos), já que Mónica Soares (4 golos), dava a sensação de não estar nos seus dias, e a equipa ressentiu-se, no Colégio Gaia destaca-se ainda Sandra Santiago (9 golos) e a sua melhor marcadora, e a marcadora de serviço dos livres de 7 metros, que juntamente com Ana Gante (5 golos) foram as melhores marcadoras da equipa. Com este resultado a equipa do Colégio Gaia, iguala o Madeira SAD no topo da classificação á condição pois têm menos um jogo, Dirigiu o encontro a dupla internacional feminina constituída por Marta Sá e Vânia Sá que realizaram trabalho positivo.

No dérbi madeirense, tivemos desta feita uma clara vitória do Madeira SAD, que rapidamente chegou aos 8-1, com a CS Madeira a não conseguir dar uma réplica condigna, mais pelo que o Madeira SAD jogava do que por falta de empenho ou qualidade da equipa, com a SAD a chegar ao intervalo na frente do marcador por uns claros 17-6. Nos segundos 30 minutos com a equipa do Madeira SAD a gerir e a controlar o jogo e o resultado, e o CS Madeira incapaz de responder dignamente a superioridade demonstrada pela SAD neste encontro. Com esta vitória e apesar de ter menos um (1) jogo o Madeira SAD comanda a classificação desta fase em parceria com o Colégio Gaia. Sara Gonçalves com 5 golos foi a melhor marcadora do CS Madeira, enquanto no Madeira SAD tivemos um trio com 6 seis (6) golos cada (Márcia Abreu, Erica Tavares, e Soraia Lopes), como melhores marcadoras da equipa.

No Municipal da Maia, tivemos um encontro entre duas equipas que têm até ao momento realizado uma prova digna de registo, o Maiastars / CA Leça, que terminou numa igualdade, num jogo de grande equilíbrio, com cada uma das equipas a vencer um período de jogo e precisamente pela mesma diferença, ou seja a equipa maiata, terminou os primeiros 30 minutos na frente do marcador por 16-14, para depois ter de suportar a excelente reação da equipa do CA Leça, que venceu no parcial dos segundos 30 minutos por 14-12. Com esta igualdade as equipas em confronto, mantêm os mesmos lugares na tabela classificativa, nesta Fase. Diana Oliveira com 12 golos e Maria Cerqueira com 7 golos, foram as melhores marcadoras do Maiastars, enquanto Cristiana Morgado com 11 golos foi a marcadora de serviço do CA Leça.

Em Esposende tivemos um Juventude Mar / Santa Joana, com a equipa da Juventude do Mar a obter a sua segunda vitória nesta fase da prova, num encontro cujo resultado não demonstra a superioridade quase sempre da equipa visitada, que comandou praticamente o marcador durante a maior parte do tempo de jogo, chegando ao intervalo a vencer já por uma diferença de 5 golos (14-9), para posteriormente e apesar da digna réplica do Santa Joana, esta equipa nunca foi capaz de alterar o rumo dos acontecimentos, e apenas conseguiu reduzir o diferencial final, que se cifrou em apenas três (3) golos. Com estes resultados as equipas não alteram as classificações em que se encontram nesta Fase da prova. Andreia Escrivães com 11 golos e Teresa Santos com 6 golos, foram as melhores marcadoras da Juventude Mar, com Ana Carvalho e os seus 6 golos a ser a melhor marcadora do Santa Joana.

No Pavilhão do Lagarteiro, o Académico FC defrontou a equipa da Juventude Lis, equipa que tem estado em recuperação e a surpreender muita gente, e desta vez retificou o resultado ocorrido na 1.ª volta, vencendo o Académico FC, num encontro disputadíssimo, e de grande equilíbrio, com o resultado final a refletir a mesma diferença que que já se registava ao intervalo onde a equipa da Juventude Lis já vencia por 15-13. Nos segundos 30 minutos a equipa visitada ainda equilibrou mais o encontro chegando a comandar o marcador, mas na parte final do encontro a equipa de Leiria, voltou ao seu ritmo normal, e assume em definitivo o comando do marcador. Ana Abreu com 9 golos, e Cristiana Alves com 5 golos, foram as melhores marcadoras do Académico FC, por sua vez Ana Fonseca e Francisca Marques com 8 golos cada foram as melhores marcadoras da Juventude Lis. Mais uma vez este resultado não alterou as classificações desta Fase, mas aproximou as equipas.

Classificação após estes jogos: - 1.º Madeira SAD (-1 jogo), e Colégio Gaia (35 pontos), 3.º Alavarium (31 pontos), 4.º Maiastars (29 pontos), 5.º Juventude Lis, e SIR 1.ª Maio/CJB (-1 jogo) (26 pontos), 7.º CS Madeira (23 pontos, -1 jogo), 8.º Passos Manuel (-1 jogo), e CA Leça (-1 jogo) (21 pontos), 10.º Santa Joana (19 pontos), 11.º Académico FC (18 pontos), 12.º Juventude Mar (16 pontos, - 1 jogo).

O Noticias

Crónica intermédia de Fim-de-semana – 33 – 2016 / 2017 – I

Regresso em pleno às normais Crónicas relativas à PO01, após o interregno verificado, pelos trabalhos realizados pela Selecção Nacional A Masculina.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

13.ª Jornada
Dia 18-01-17
Águas Santas – ABC (21H00)
16.ª Jornada
Dia 08-03-17
ABC - SC Horta (21H00)
17.ª Jornada
Dia 18-01-16
FC Porto - AA Avanca (20H30)
14-02-17
SC Horta – Ismai (21H00)
19.ª Jornada
Dia 14-01-17
SC Horta 23 – 33 Benfica
Ismai 30 – 27 AA Avanca
Belenenses - Águas Santas (Adiado 01-02-17)
Madeira SAD 35 – 31 AC Fafe
Arsenal 32 – 39 ABC
São Mamede 19 – 38 Sporting
FC Porto 30 – 20 Boa Hora

Mais uma jornada incompleta, sem motivos aparentes, tornando a prova de uma irregularidade constante. Jornada onde apenas um jogo sofreu retificação em relação ao que se tinha passado na 1.ª volta, mas onde se registaram dois encontros com o registo de ocorrências disciplinares.

FC Porto 30 – 20 Boa Hora

No Dragão Caixa com menos publico do que normalmente têm disputou-se mais um encontro que terminou conforme as previsões, ou seja com a vitória do FC Porto sobre o Boa Hora, sendo um jogo de andebol por vezes pouco atrativo, tal a diferença de qualidade e de envergadura física entre os dois planteis, momentos houve em que o número de faltas técnicas se sobrepuseram á qualidade do jogo, onde nos dois planteis se verificaram diversas estreias, no FC Porto tivemos o “regressado” Miguel Alves, e a estreia do brasileiro Felipe Santaela, enquanto no Boa Hora tivemos a estreia de Vladimiro Bonaparte eis IFC Torrense, mas outro lado verificou-se a ausência do seu melhor marcador Pedro Sequeira, tudo isto acompanhado por uma exibição dos guarda-redes do FC Porto, Hugo Laurentino com 55% de eficácia, e Alfredo Quintana com 50% de eficácia), enquanto no Boa Hora e apenas após a entrada de Henrique Carlota no segundo tempo, melhorou um pouco com o mesmo a atingir 41% de eficácia. O Boa hora apesar de ter começado a vencer o jogo (1-0), rapidamente o FC Porto meteu ordem na casa e aos 14 minutos já vencia por 9-4, com Rui Silva (2 golos, 67% de eficácia) a jogar e a fazer jogar e a ser o criativo do jogo, o Boa hora por sua vez defendia mal e sem soluções no ataque ora por precipitação ora por faltas técnicas, com o resultado a ir começando a aumentar a diferença que ao intervalo já se situava em 18-9, A equipa do Boa Hora sobre aproveitar as falhas de concentração no ataque planeado do FC Porto, para executar os seus contra ataques (6 golos em 8 acções), tendo em Uros Markovic (4 golos, 67% de eficácia) nos 6 metros o seu melhor elemento, salientando-se já na parte final do encontro e quando o FC Porto parecia ter-se desligado do encontro Ricardo Silva (3 golos, 100% de eficácia). No segundo período de jogo a diferença chegou a ser de 14 golos, como por exemplo aos 41 minutos quando o FC Porto vencia por 25-11. O FC Porto entra em total gestão do Plantel, e a testar novos esquemas de jogo, como por exemplo 7 atacantes sem guarda-redes, e mesmo assim termina com 12 jogadores a concretizarem golos, onde o estreante e poderoso pivô brasileiro Felipe Santaela (6 golos, 100% de eficácia) foi o seu melhor marcador. Com este resultado a equipa do FC Porto, mantêm a invencibilidade na prova, e comanda esta fase isolado. Encontro dirigido pela dupla aveirense constituída por Nuno Marques e João Correia que tiveram a “vida” facilitada pelo comportamento dos jogadores, realizado actuação positiva, apesar de algumas poucas falhas na lei da vantagem.

SC Horta 23 – 33 Benfica

Na Horta com um pavilhão completamente cheio, o SC Horta com um novo técnico tentou dar uma imagem diferente da que tinha sido transmitida nos últimos encontros, mas encontrou pela frente uma equipa, que apenas deu algumas hipóteses durante os primeiros 30 minutos, em que cometeu diversas falhas defensivas, que permitiram aos insulares aproveitarem e chegarem ao intervalo a perderem apenas pela diferença mínima, mas em boa verdade o SC Horta nunca conseguiu estar na frente do marcador, apesar do equilíbrio verificado, mas diga-se que o novo técnico ainda tem muito trabalho pela frente pois a equipa não apresenta ainda um padrão de jogo sólido, apesar de estar bem servida de executantes com qualidade. O Benfica por sua vez nos primeiros 30 minutos foi demasiado (na nossa opinião) demasiado permissivo em termos defensivos, o deu origem a que o resultado ao intervalo fosse de 12-11 a seu favor. Alteração profunda nos segundos 30 minutos, com total aproveitamento das deficiências defensivas dos insulares em especial no seu lado direito foi construindo um diferencial que o colocou a salvo de qualquer surpresa, enquanto no SC Horta a descrença foi-se apoderando dos seus atletas, e o rendimento já não era o mesmo. Com esta vitória o Benfica com confirmou o resultado da 1.ª volta, num jogo com registo de ocorrências disciplinares. No SC Horta Noelvis Reve com 8 golos e Edgar Landim com 5 golos foram os seus melhores marcadores, no Benfica com 12 jogadores a marcarem golos com o seu técnico a fazer a rotação do plantel, dando inclusive tempo de jogo ao jovem guarda-redes Gustavo Capdville, Fábio Vidrago e Belone Moreira ambos com 6 golos foram os seus principais marcadores. Jogo dirigido e bem pela dupla de Leiria e da EHF constituída por Daniel Martins e Roberto Martins.

Jogo disputado no Funchal e que colocava frente a frente o Madeira SAD / AC Fafe, e que terminou com a vitória do Madeira SAD, confirmando o resultado ocorrido na jornada homologa da 1.ª volta, no entanto foi um encontro com duas partes distintas, nos primeiros 30 minutos, domínio total dos madeirenses que por diversas vezes chegaram a ter um diferencial a seu favor de 9 golos (aos 15 minutos venciam por 14-5 e aos 24 venciam por 18-9, por exemplo), para chegarem ao intervalo a vencerem por apenas 18-14, com uma excelente reacção da equipa do AC Fafe, que nos segundos 30 minutos chegou á diferença mínima aos 45 minutos quando perdia por 25-24, para depois terminar o encontro com a mesma diferença que já se verificava ao intervalo. Destacaram-se no Madeira SAD Fábio Magalhães com 7 golos (64% de eficácia) e Nuno Silva com 6 golos (60% de eficácia), sem esquecermos uma palavra para o guarda-redes Luís Carvalho com 28% de eficácia), por sua vez Nuno Pimenta com 7 golos (50% de eficácia), e Paulo Silva com 6 golos (60% de eficácia) foram os melhores marcadores do AC Fafe.

No pavilhão Eduardo Soares, realizou-se o São Mamede / Sporting, que foi mais um encontro onde foi confirmado o resultado verificado na 1.ª volta, mas que foi um encontro que terminou com a verificar-se o registo de ocorrências disciplinares. O jogo foi comandado pelo Sporting durante os 60 minutos de jogo, equipa que chegou ao intervalo já na frente do marcador por 19-8, permitindo posteriormente alguma aproximação no marcador do São Mamede, que cerca dos 44 minutos de jogo perdia por apenas 8 golos de diferença (23-15), para terminar com um assinável diferencial, com a equipa do São Mamede a concretizar nos últimos 15 minutos apenas 3 golos sofrendo 15 golos, e perante estas situações não existe muito mais a dizer, pois o resultado permitiu que a equipa do Sporting, fizesse uma autêntica gestão do plantel, com 12 jogadores a concretizarem golos. Por sua vez a equipa do São Mamede, continua a ser a única equipa sem vitórias na prova até ao momento, demonstrando ser uma das equipas mais “frágeis” da prova. De salientar ainda a baixa eficácia de qualquer dos guarda-redes utilizados, por ambas as equipas com especial incidência para os do São Mamede. Na equipa do São Mamede total destaque para os 8 golos de Ricardo Avila (80% de eficácia), por sua vez Frankis Carol com 8 golos e (89% de eficácia) foi o principal marcador da equipa do Sporting, que com esta vitória mantêm-se no segundo lugar da classificação.

No Municipal da Maia, realizou-se o Ismai / Avanca, que foi um encontro onde foi rectificado o resultado verificado na 1.ª volta, com a vitória da equipa do Ismai, foi um encontro que apesar de tudo foi equilibrado até cerca dos 25 minutos de jogo embora com a equipa do Ismai a comandar mais vezes o marcador, foram diversas as igualdades, no entanto a partir deste momento, e aproveitando as duas exclusões que a AA Avanca sofreu, concretizaram um parcial de 4-0, o que lhes permitiu chegar ao intervalo a vencer por 15-10. Nos segundos 30 minutos voltou a registar-se um grande equilíbrio entre as equipas, mas equipa aveirense pouco aproveitou nas diversas vezes que esteve em superioridade numérica. De referir que a AA Avanca apresentou o ex - FC Porto Patrick Lemos, e teve 10 jogadores marcarem tendo Miguel Baptista com 6 golos (67% de eficácia), e Jenilson Monteiro com 5 golos (50% de eficácia), os seus principais marcadores, que foram bem acompanhados por Luís Silva na baliza com 31% de eficácia), a equipa vencedora o Ismai, que teve na baliza Manuel Borges com 30% de eficácia, e 11 jogadores a concretizarem golos, onde Diogo Silva (6 golos, 60% de eficácia), e Pedro Teixeira igualmente com 6 golos mas com 75% de eficácia os seus principais marcadores. Com esta vitória a equipa do Ismai isolou-se no 10.º lugar na classificação.

No Flávio Sá Leite, tivemos um dérbi bracarense com a disputa do Arsenal / ABC, que assinalou o regresso á competição de José costa no ABC, e a estreia de Lucas Ferrão que se mudou do ABC para o Arsenal. A equipa do ABC a comandar praticamente o jogo e o marcador durante os 60 minutos de jogo, embora esse comando tenha sido mais vincado durante os primeiros 30 minutos, confirmando desta forma a sua vitória no jogo da 1.ª volta, acentuando-se o seu domínio a partir dos 5 minutos de jogo, indo depois progressivamente aumentando a diferença que ainda nos primeiros 30 minutos chegou a cifrar.se nos 5 golos de diferença como por exemplo aos 15 minutos quando vencia por 13-8 ou aos 20 minutos quando vencia por 15-10, mas sempre com excelente réplica da equipa do Arsenal, chegando ao intervalo com o ABC na frente do marcador por 20-17. O Arsenal que nunca se deu por rendido, chegou por diversas vezes a 1 golo de diferença (23-22 aos 37 minutos) mas nunca conseguiu mais do que isso, pois logo a seguir o ABC avançava para os 3 de diferença, e foi aumentando a diferença até final do encontro. Lamentavelmente o resultado que se verifica através da estatística do jogo, depois de o mesmo terminar foi sendo ajustado para ficar igual ou próximo do que consta no boletim de jogo apresentava um resultando diferenciado (39-32 a favor da ABC, mas curiosamente cerca de 1 hora depois do jogo terminado ainda não estava completamente preenchido) o que se lamenta profundamente. No entanto poderemos dizer que os melhores marcadores foram para o Arsenal André Caldas (11 Golos, 73% de eficácia) e João Ferreira com 7 golos e 88% de eficácia, por sua vez no ABC tivemos Diogo Branquinho com 9 Golos e 100% de eficácia e Nuno Grilo com 6 golos e 86% de eficacia. De destacar ainda a prestação dos dois guarda-redes Ricardo Castro pelo Arsenal com 31% de eficácia, e Humberto Gomes pelo ABC com 33% de eficácia)

A Classificação está assim ordenada: - 1.º FC Porto (54 pontos, -1 jogo), 2.º Sporting (53 Pontos), 3.º Benfica (49 pontos), 4.º ABC (45 pontos, -2jogos), 5.º Madeira SAD (41 Pontos), 6.º AA Avanca (36 pontos, -1 jogo), 7.º Águas Santas (17 pontos, -2 jogo) (35 pontos), 8.º AC Fafe e Boa Hora (33 Pontos), 10.º Ismai (32 pontos, -1 jogo), 11.º Belenenses (29 pontos, -1 jogo), 12.º Arsenal (27 pontos), 13.º SC Horta (24 pontos, -2 jogo), 14.º São Mamede (21 pontos). 

O Banhadas Andebol

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Planeamento e Orçamento 2017 – III

PLANEAMENTO E ORÇAMENTO 2017 – III

Na sequência do que anteriormente dissemos hoje iremos abordar mais algumas das questões relativas á modalidade e que consideramos prementes.

Fala-se no Andebol Masters (Página 8, do documento), mas não existe nenhuma prova no calendário Nacional, o que existe sim é a chamada PO40, que se refere a veteranos, palavra nunca referida no texto. No entanto em termos orçamentais é precisamente o contrário, nada existe acerca de Masters, e apenas é referido em Desenvolvimento da Atividade Desportiva a palavras veteranos através da PO40 com 5,000 € adjudicados. No mínimo Estranho!

Fez a Federação através do seu Portal uma notícia acerca das possíveis novas instalações, que finalmente já tinham sido aprovadas pela CML, e que estavam relacionadas, com os terrenos que tinha sido cedido em tempos à FAP em direito de superfície. Pois em termos de atividade planeada nada existe, ou por outra existe a omissão. Por outro lado em termos orçamentais nada se encontra previsto, o que se estranha! Pois, ou no ano de 2017, não existe nenhuma assinatura nem nenhum início de transição, ou terá de se verificar um Orçamento rectificativo certamente.

Serviços de apoio, depois de verificarmos em termos comparativos, os chamados serviços de apoio, onde nunca se diz para que servem e o que são, ver imagem abaixo,
Questiona-se como é que o CA tem um valor de 45, 101 €, ou seja em relação à previsão de 2016, verifica-se um aumento DE 36, 65% PORQUÊ? O que engloba este aumento que nunca é justificado no Planeamento de actividades. Do mesmo modo verifica-se uma diminuição da verbas atribuídas para os serviços de apoio á direcção uma diminuição de 15,15% sem qualquer explicação compreensível, assim como se verifica um aumento na verba para Assembleias Gerais de 30,19% sem qualquer explicação.

Por hoje terminamos, outros se lhe seguirão.

O Banhadas Andebol

Informação – Termas Andebol CUP

VI TERMAS ANDEBOL CUP
11 A 14 DE ABRIL

O torneio TERMAS ANDEBOL CUP surgiu num contexto de promoção da modalidade co concelho de S. Pedro do Sul e de consolidação do projecto desportivo da Academia de Andebol de S. Pedro do Sul.
O torneio destina-se aos escalões de minis, infantis iniciados e juvenis masculinos, minis, infantis, iniciados, juvenis e juniores/seniores femininos.
Ao longo das 5 edicções anteriores temos vindo a assistir ao crescimento de número de atletas (1200) e de equipas envolvidas (80), contando com a participação de muitas das melhores escolas de formação nacional, permitindo a realização de jogo competitivos, utilizados por muitas das equipas para preparar a sua fase final da época.
Durante o torneio as equipas ficarão alojadas e farão a sua alimentação no Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul, estando o transporte para o local de realização dos jogos assegurado pela organização.
A cerimónia de Abertura terá lugar no dia 11, havendo lugar ao desfile/apresentação dos clubes participantes, jogo de exibição e festa de boas vindas.
Dia 12 haverá lugar a cinema no auditório local e karaoke na tenda de convívio.
Dia 13 os jovens atletas terão oportunidade de exibir as habilidades no Concurso de Skills, num confronto entre guarda-redes e jogadores de campo.
A entrega de prémios colectivos e de presença a todos os participantes ocorrerá no final do último jogo de cada equipas.

Informações através de : academia.andebol.sps@gmail.com
(Fonte AA S.P.Sul)

O Noticias

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Pedro Portela em França

PEDRO PORTELA
NO
TREMBLAY (FRANÇA)

Continua a descaractização do Andebol no Sporting, agora com a notícia da existência de um acordo do Clube Francês Tremblay actual líder isolado da Pró-liga (a segunda divisão Francesa), considerando como credível esta informação, o atleta de 27 anos teria um acordo para as próximas duas épocas. Ou seja mais um dos bons elementos do Andebol Nacional a abandonar o mesmo, e se a equipa com a qual têm acordo continuar a ter os mesmos resultados desportivos, teremos o atleta a disputar a principal liga francesa e uma das principais ligas europeias.

O Noticias

Números de Jogadores por Equipa – I

JOGADORES POR EQUIPA
LIMITES MÁXIMOS
POR
EQUIPA

Eis mais um tema que é um problema para alguns no Andebol Nacional, onde temos adeptos de não haver limites, de jogadores por equipa, e adeptos de os mesmos devem ser limitados, na nossa opinião devem ser limitados (até para não existirem atletas que na pratica nunca jogam), e existe ainda, um outro problema, que terá a ver com o número de jogadores com contrato com os clubes, e se formos mais longe teremos de regulamentar os chamados empréstimos, que não são mais do que transferências camufladas.

No entanto e como não somos fundamentalistas, aceitamos de bom agrado opiniões diversas, desde que as mesmas sejam feitas de forma educada e correcta, contribuindo para um debate sério de desenvolvimento da modalidade.

Neste momento em termos Regulamentares, existe uma norma nos Regulamentos de Provas que lhes permite ultrapassar o Regulamento Geral, e que passamos a transcrever: “… O Presente Regulamento Especifico anula todas as disposições que o contradigam na Regulamentação em vigor.

Esta norma permite que se possam fazer todos os ajustamentos possíveis directamente nos regulamentos de provas, sem mexer no Regulamento Geral, no entanto o nosso entender o Regulamento Geral também deveria ser reajustado.

A Única Prova, onde existe um limite máximo Regulamentado é na PO01, ver Artigo 2.º, ponto 2, alínea b), que diz: “Cada Clube pode utilizar um máximo de 22 jogadores inscritos no Escalão de Seniores”. Logo deveremos começar por aqui, e se queremos que os clubes não façam “stocks” de atletas, (desculpem a expressão), terão de se alterar as palavras “Escalão de seniores“ para simplesmente “inscritos”, e desta forma evitamos o excesso de movimentações entre diversos escalões, assim como limitaremos o número de atletas inscritos com contrato no mesmo clube, assim exista vontade legislativa.

Ainda neste ponto poderá ser acrescentada uma alínea que limite os atletas “emprestados”, e que teriam de cumprir a época até ao seu final.

Esta norma deveria ser aplicada em todos as provas de Seniores quer masculinas, quer femininas, e certamente e irá contribuir para um aumento de qualidade e do número de equipas.

Sobre os aspectos globais em outros escalões, e no Regulamento Geral, abordaremos nu próximo texto sobre o tema.  

Esperamos ter contribuído para mais uma saudável discussão da defesa do praticante de andebol português.

O Banhadas Andebol

Nomeações – EHF – 2016 / 2017 – XVII

A EHF mais uma veze procedeu a diversas nomeações, para as suas provas Europeias tendo sido atribuído a Portugal, a seguinte nomeação.

Delegados
Manuel Conceição - Foi nomeado, para o encontro da 3ª Jornada do Grupo A da Fase de Grupos da EHF CUP Feminina, que se disputa entre o Nantes Loire Atlantique HB (França) e o Randers HK (Dinamarca), em França no dia 21-01-17.

Ao nomeado os nossos parabéns, e as maiores felicidades.

O Regras

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Campeonato do Mundo França – 2017 – XXV

25.º CAMPEONATO DO MUNDO SENIORES MASCULINO

Hoje que se inicia o 25.º Mundial de Seniores Masculinos, que vai decorrer em França até ao dia 29 de Janeiro de 2017. É uma excelente ocasião para um texto sobre o Marketing que existe nos outros lados e o que falta em Portugal.

COLECÇÃO DE CROMOS NO MUNDIAL DE FRANÇA 2017
E assim se divulga a modalidade aos seus adeptos e se consegue chamar mais, basta uma simples coleção de cromos tendo como motivo a Mundial que hoje se inicia.

É a primeira vez que se pratica uma acção deste tipo e a colecção será feita nos dois géneros (Masculino e Feminino), dedicada em especial as equipas de França.

Uma colecção deste tipo foi certamente, muitas vezes desejada pelos adeptos da modalidade em quase todas as partes do Mundo, e agora pode-se encontrar em cromos, as equipas de França Masculina e Feminina em andebol, tudo junto num álbum com 32 páginas, com 116 figuras de atletas, numa iniciativa inédita a nível Mundial.
(Fonte Blog De Rosca)

O Noticias

Informação – HandGaia 2017

TORNEIO INTERNACIONAL HANDGAIA 2017

Este evento é uma festa do Andebol que se irá realizar de 12 a 15 de Abril de 2017, nos escalões masculinos de Juniores, Juvenis, Iniciados, Infantis e Minis, fazendo a ligação da Cidade de Gaia ao desporto com a preciosa colaboração das entidades locais e aproveitando a interrupção das actividades escolares.

A organização é da responsabilidade do Futebol Clube de Gaia, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

Para mais informações sobre o torneio, contactem por email: andebol@fcgaia.pt
(Fonte FC Gaia)

O Noticias

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Crónica de Fim-de-semana – 12 – 2016 / 2017 – II

Crónica destinada apenas a dois dos jogos que estavam atraso na Zona 2 do Campeonato Nacional (PO02).

Apuram-se para a Fase Final do Grupo A, o que dá acesso á 1.ª Divisão os 2 primeiros classificados de cada Zona.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados

Zona 2
1.ª Jornada
Dia 28-01-17
Beira Mar – ACD Monte (21H00)
3.ª Jornada
Dia 07-01-17
CD Marienses 26 – 28 Estarreja AC
4.ª Jornada
Dia 07-01-17
ACD Monte 23 – 30 AD Albicastrense

Ao disputarem-se estes dois encontros, esta Zona, fica com apenas um jogo em atraso, e que corresponde ao encontro mandado repetir pelo CT da Federação, o Beira Mar / ACD Monte. De salientar que estes dois encontros se disputaram se o registo de ocorrências disciplinares relatadas, no entanto não se entende como é possível um encontro terminar sem ocorrências disciplinares relatadas, quando um técnico é desqualificado directamente sem ter existido uma sanção intermédia, pois passou de uma advertência para a desqualificação. Foram dois encontros disputados com grande equilíbrio, um deles o equilíbrio verificou-se durante os 60 minutos o CD Marienses / Estarreja AC, que terminou com a vitória da equipa visitante, por dois golos, e ao intervalo registava-se uma igualdade a 13 golos, sintomático quanto ao total equilíbrio verificado neste encontro, com os insulares a sofrerem a sua segunda derrota em casa, e deste modo a serem ultrapassados em termos de classificação pelos seus adversários, situando-se cada vez mais afastada da discussão dos lugares de apuramento para a Fase Final Grupo A. No jogo ACD Monte / AD Albicastrense que terminou com a vitória da equipa de Castelo Branco, por um parcial que poderá levar a pensar em facilidades, no entanto esta vitória apenas foi construída e consolidada nos segundos 30 minutos do encontro, pois ao intervalo a equipa do ACD Monte vencia por 13-12. Com esta vitória a equipa do AD Albicastrense, junta-se á AD Sanjoanense no primeiro lugar da classificação da zona com apenas uma derrota, e cotando-se como uns dos grandes favoritos ao possível apuramento para a Fase Final Grupo A.

Classificação até ao momento – 1.º AD Sanjoanense, e AD Albicastrense (28 pontos), 3.º São Bernardo (26 pontos), 4.º Estarreja AC (20 pontos), 5.º CD Marienses, e ADC Benavente (19 pontos), 7.º ACD Monte (-1 jogo), e Juventude Lis (15 pontos), 9.º Beira Mar (-1 jogo), e AC Sismaria (13 pontos). 

O Banhadas Andebol

PO20 - Taça de Portugal Seniores Masculinos – 2016 / 2017 – IX – 1/8 Final

Com a realização do jogo em atraso (Madeira SAD / Boa Hora) ficaram este fim-de-semana completamente definidos os jogos relativos aos 1/8 Final da Taça de Portugal.

1/8 Final – Jogos a serem disputados em 28-01-17

Calendário

São Mamede – SC Horta
Vitória FC – Sporting
FC Porto – Ismai
AC Fafe – AA Avanca
Belenenses – Benfica
(Madeira SAD 33 – 26 Boa Hora) – ABC
Marítimo – 1.º Dezembro
Xico Andebol – Águas Santas (*)

(*) – Jogo adiado para 01-03-17

Conforme era previsível, apesar da boa réplica da equipa continental, os insulares do Madeira SAD, venceram o jogo e assim avançam para os 1/8 Final, onde irão defrontar novamente no Funchal o ABC, num dos encontros onde se prevê mais equilíbrio na eliminatória.

Para os 1/8 Final estão apuradas as seguintes equipas:

2.ª Divisão (4) – Xico Andebol, Marítimo, GM 1.º Dezembro, e Vitória FC.

1.ª Divisão (12) – FC Porto, Sporting, Benfica, Madeira SAD, Águas Santas, São Mamede, AC Fafe, Belenenses, Ismai, SC Horta, AA Avanca e ABC.

A próxima eliminatória será já a disputa dos 1/4 Final (8 equipas), será previsivelmente disputada em 03-06-17, segundo o Comunicados Oficial N.º 18 da presente época. 

Mas esta prova só voltara a ter verdadeiro espírito de taça, quando for uma prova aberta sem limitações, e com todas as equipas a iniciarem a sua participação ao mesmo tempo.

A estrutura da prova será:

1/2 Final – Vencedores dos 1/4 Final – 03-06-2017
Final – Vencedores das 1/2 Finais – 04-06-2017

A Federação, prevê no Regulamento Especifico da Prova, a realização na prática de uma Final Four.

O Noticias

Ultima Hora – Délcio Pina no ABC

CABO-VERDIANO DÉLCIO PINA
CONTRATADO PELO ABC

Conforme já tinha sido anunciado em tempo por alguns OCS, o Pivô natural de Cabo Verde, Délcio “Dede” Pina, que representava o Desportivo da Paria de 23 anos de idade, e internacional por aquele País, tendo sido galardoado com o prémio de melhor jogador da modalidade na V Gala do desporto da Praia. Segundo informações credíveis terá vindo acompanhado do seu compatriota Kiki de 19 anos de idade que jogava no Atlético de São Vicente, e que integrou a equipa Nacional de Sub-21 que este ve presente na fase mundial do Challenge Thropy, disputado na Bulgária.

O Noticias

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Crónica de Fim-de-semana – 11 – 2016 / 2017 - IV

Crónica dedicada aos dois jogos que se encontravam em atraso na Zona Sul na PO04,

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona Sul
11.ª Jornada
Dia 08-01-17
Alto Moinho 23 – 20 Juventude Lis
Benfica 36 – 23 São Bernardo

Disputaram-se estes dois encontros que se encontravam atraso, ficando desta forma a Zona sem jogos em atraso e tudo dentro uma absoluta normalidade. Destaque para o facto de ambos os encontro terem sido disputados sem o registo de ocorrências disciplinares. Do mesmo modo, se refere que em ambos os jogos foram confirmados os resultados verificados na 2.ª jornada da prova. Num encontro bastante equilibrado o Alto Moinho venceu a Juventude Lis, com o resultado todo construído no primeiro tempo, pois ao intervalo já vencia por 11-9, terminando o segundo tempo com apenas mais um golos, o que é plenamente demonstrativo do equilíbrio que se verificou no encontro. Com esta vitória a equipa do Alto do Moinho coloca-se no 5.º lugar da classificação da zona, tendo ultrapassado o Belenenses, por outro lado a equipa de Leiria continua nos últimos lugares da classificação da Zona. Diogo Abadia com 8 golos foi o melhor marcador da equipa visitada, enquanto Pedro Santos com 7 golos foi o melhor Marcador da Juventude Lis. No outro encontro realizado o Benfica / São Bernardo, a equipa do Benfica confirmou o seu favoritismo, vencendo de forma folgada uma equipa que se encontra longe do que se poderia esperar, com o resultado ao intervalo a ser perfeitamente indicativo do que seria o resultado final, a forma como decorreu o encontro permitiu que o Benfica, realizasse, pleno controlo do jogo e do marcador e gerisse o seu plantel, onde 10 jogadores concretizaram ocasiões de golos, com Pedro Leal a marcar 8 golos e Valter Soares a marcar 7 golos, sendo os principais marcadores do Benfica, pelo São Bernardo João Almeida com 5 golos, foi o seu melhor marcador. Com esta vitória o Benfica mantêm-se invicto na Zona.

Classificação até ao momento: - 1.º Benfica (33 pontos), 2.º Sporting (30 pontos), 3.º Estarreja AC (26 pontos), 4.º AC Sismaria (25 pontos), 5.º Alto Moinho (24 pontos), 6.º Belenenses (23 pontos), 7.º São Bernardo (17 pontos), 8.º ADC Benavente (16 pontos), 9.º Juventude Lis (15 pontos), 10.º Ginásio Sul (11 pontos).

O Noticias

Mundial Sub 21 Masculino – 2017 – VIII

MUNDIAL SUB-21 MASCULINO
(Apuramentos Europeus)

Depois de saber quem foi o apurado no Grupo 3 (de Portugal), foram concluídos este fim-de-semana os restantes grupos e consequentemente definidos os apuramentos Eurospeus, para o Mundial de Sub-21 Masculino, que vai decorrer de 17 a 30 de Julho na Argélia.

Apenas foi apurado o 1.º classificado de cada um dos 7 Grupos

Nota – Já se encontram apurados

França – Campeã Mundial em Titulo
Argélia - Organizador
Espanha, Alemanha, Croácia e Noruega – 1.º, 2.º, 4.º e 5.º Classificados no Europeu Sub-20 em 2016
Tunísia, Egipto e Burkina Faso – África
Qatar, Arabia Saudita e Coreia do Sul – Ásia
Rússia – Europa Grupo 1
Dinamarca – Europa Grupo 2
Macedónia - Europa Grupo 3
Eslovénia – Europa Grupo 4
Islândia – Europa Grupo 5
Hungria – Europa Grupo 6
Ilhas do Faroé – Europa Grupo 7

Nota – A EHF, no Grupo 6 face ao impedimento de deslocação da equipa de Montenegro, por motivos das condicções atmosféricas, determinou estranhamente na nossa opinião que o grupo (6) fosse disputado na mesma só com 3 equipas atribuindo falta de comparência a Montenegro nos jogos que deveria ter disputado.

O Formador

domingo, 8 de janeiro de 2017

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 11 – 2016 / 2017

Depois de um interregno mais ou menos prolongado, regressamos às normais crónicas exclusivamente dedicada ao Feminino, numa semana em que se disputaram alguns jogos de jornadas em atraso, e em que jogou parte da 12.ª Jornada, que ficou incompleta.

Continuamos a aguardar pela existência das tão preciosas estatísticas, pois enquanto na FAP, se desviarem os gastos para outros fins, provavelmente com visões diferentes da nossa e da maioria dos adeptos da modalidade, o feminino bem pode continuar à espera de que elas existam. E Até segundo nos parece teremos uma diminuição das transmissões na Andebol TV, aguardemos.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
7.ª Jornada
Dia 08-01-17
Passos Manuel 17 – 33 Colégio Gaia
8.ª Jornada
Dia 08-01-16
Juventude Mar 17 – 24 CS Madeira
9.º Jornada
Dia 07-01-17
CA Leça 34 - 25 CS Madeira
12.ª Jornada
Dia 07-01-17
Colégio Gaia 33 - 21 Académico FC
Juventude Lis 20 - 19 Alavarium
Santa Joana 23 - 26 Maiastars
Passos Manuel 24 - 30 SIR 1.º Maio/CJB
Dia 14-01-17
CS Madeira - Madeira SAD (17H00)
Dia 25-02-17
Juventude Mar - CA Leça

Conforme já tínhamos informado disputaram-se alguns jogos em atraso, bem como 4 encontros relativos à 12.ª Jornada da prova, e que corresponde precisamente à 1.ª jornada da 2.ª volta desta Fase. Com os acertos que se verificaram houve equipas que realizaram jornada dupla, deve-se destacar que em todos os encontros realizados não se registaram ocorrências disciplinares, o que se saúda, e apenas um resultado foi diferente do ocorrido na jornada homóloga da 1.ª volta, e foi o encontro onde se registou na nossa opinião a grande surpresa dos jogos disputados, com a vitória da equipa da Juventude Lis (equipa que se dava como quase perdida) em notória subida de rendimento, sobre a aveirense do Alavarium, (uma das favoritas da prova), mas que num encontro de grande equilíbrio foi derrotada pela diferença mínima pelas leirienses, num encontro onde ao intervalo a equipa da Juventude Lis já vencia pela diferença mínima, que soube defender num encontro onde as defesas se sobrepuseram nitidamente aos ataques. Francisca Marques com 6 golos foi a melhor marcadora da Juventude Lis, enquanto Mónica Soares com 9 golos, foi a melhor marcadora do Alavarium. Com este resultado a equipa aveirense sofre a sua terceira derrota na prova.

Tivemos ainda um dérbi maiato com o Santa Joana / Maiastars, que terminou como sendo um dos resultados que confirmou o verificado na 1.ª volta, ou seja com a vitória do Maiastars, que se têm revelado como uma das boas surpresas desta prova. O jogo foi de forte equilíbrio com a equipa de são Pedro Fins a dar uma “luta” agradável aà sua congénere da Maia, chegando inclusive a comandar o marcador, mas chegando ao intervalo a perder pela diferença mínima (14-13). No segundo tempo o Maiastars comandou sempre o marcador embora nunca adquire-se uma distância no marcador que lhe desse conforto e segurança, devido à forte equilíbrio que se verificou. Renata Pereira com 5 golos foi a melhor marcadora do Santa Joana, por sua vez Diana Oliveira com 8 golos foi a marcadora de serviço do Maiastars.

Depois tivemos as equipas que na prática realizaram jornada dupla, começando por um Passos Manuel / SIR 1.º Maio/CJB, onde se confirmou igualmente o resultado da 1.ª volta, com a equipa da Marinha Grande a confirmar o seu favoritismo, comandando o jogo e o marcador durante os 60 minutos, apesar de o resultado ao intervalo (12-10) apenas lhe ser favorável por um diferencial de dois (2) golos o seu favoritismo nunca esteve em causa, de tal forma que nos segundos 30 minutos ainda aumentou o diferencial para números talvez um pouco injustos face á réplica que o Passos Manuel deu. Paula Malcato com 5 golos foi a melhor marcadora do Passos Manuel, enquanto Adriana Lage com 8 golos, e Neuza Valente com 6 golos foram as melhores marcadoras do SIR 1.º Maio/CJB. O Passos Manuel, realizou o seu segundo jogo desta jornada dupla defrontando outra das equipas favoritas o Colégio Gaia, e novamente no Pavilhão da Quinta Marrocos, (Num fim de semana em registamos o regresso de Jorge Tormenta ao banco do Colégio Gaia). O Colégio Gaia, fez valer a sua superioridade, e logo nos primeiros 30 minutos construiu um resultado que lhe permitiu, gerir o resultado e o plantel ao chegar ao intervalo a vencer por 16-6. Nos segundos 30 minutos, apesar do início do Passos Manuel, rapidamente a equipa do Colégio colocou tudo dentro da normalidade e voltou a assumir o comando do jogo, mantendo o seu ritmo competitivo, construindo o resultado mais dilatado dos jogos que se disputaram este fim-de-semana, apesar da gestão do plantel já referida, Com este resultado o Colégio Gaia iguala o Madeira SAD, no topo da classificação, embora com mais um jogo. Ana dias com 5 golos foi a melhor marcadora do Passos Manuel, Nair Pinho com 7 golos, Bebiana Sabino e Sandra Santiago ambas com 5 golos cada foram as melhores marcadoras do Colégio Gaia.

No outro encontro referente á 12.ª jornada, o Colégio Gaia / Académico FC, e onde participava igualmente uma das equipas que faria fornada dupla, confirmou-se novamente o vencedor da jornada homologa da 1.ª volta com o favorito Colégio de Gaia a vencer o animado Académico FC, que apesar da forte tentativa de equilíbrio que se reflectia no resultado ao intervalo de 16-15 a favor do Colégio Gaia, dando a ideia de um grande equilíbrio, a que acrescentaremos a excelente reacção que a equipa do Lima teve depois de estar a perder por 5 golos de diferença. No segundo período do jogo, o Colégio Gaia fez então valer a sua superioridade e consolidou o resultado vencendo com uma margem folgada, o encontro. (Importa dizer que o Boletim de jogo, tem os parciais errados, pois a sua soma não coincide nem com os golos das equipas nem com o resultado final) Sandra Santiago com 12 golos, e Bebiana Sabino com 7 golos, foram as melhores marcadoras do Colégio Gaia, Ana Abreu com 8 golos, foi a melhor marcadora do Académico FC.

O CS Madeira que realizou mais uma jornada dupla deslocou-se no primeiro encontro ao CA Leça, para disputar um encontro relativo à 9.ª jornada e que se encontrava em atraso. Foi um jogo onde a superioridade dos locais nunca esteve em causa, vencendo por uma margem não esperada (na nossa opinião), que começou a encontro da melhor maneira, chegando ao intervalo com o jogo praticamente decidido quando já se encontra a vencer por uma margem de 7 golos (20-13). Nos segundo 30 minutos apesar da melhoria competitiva do CS Madeira, o CA Leça controlou o jogo e o marcador, tendo 10 atletas a concretizar ocasiões de golo, sendo Cristiana Morgado com 10 golos, e Sofia Mota com 5 golos, as principais marcadoras do CA Leça, por sua vez Ana Castro com 10 golos e Sara Gonçalves com 6 golos foram as melhores marcadoras do CS Madeira. NO segundo jogo a equipa da Madeira deslocou-se a Esposende para defrontar a Juventude Mar em jogo relativo à 8.ª Jornada, e desta vez venceu de forma clara, com um diferencial final de 7 golos, comandando a maior parte do tempo de jogo o marcador registando já ao intervalo um resultado favorável de 13-9, num encontro que teve a particularidade de registar um total de 16 livres de 7 metros divididos entre as duas equipas. Teresa Santos com 11 golos foi a melhor marcadora do Juventude Mar, Sara Gonçalves igualmente com 11 golos, e Mónica Gomes com 5 golos foram as melhores marcadoras do CS Madeira. Com este resultado a equipa da Juventude Mar continua em último lugar nesta Fase da prova, contabilizando apenas uma vitória.

Classificação após estes jogos: - 1.º Madeira SAD (-1 jogo), e Colégio Gaia (32 pontos), 3.º Alavarium (30 pontos), 4.º Maiastars (27 pontos), 5.º SIR 1.ª Maio/CJB (26 pontos), 6.º Juventude Lis (23 pontos), 7.º CS Madeira (22 pontos, -1 jogo), 8.º Passos Manuel (21 pontos), 9.º CA Leça (19 pontos, -1 jogo), 10.º Santa Joana (18 pontos), 11.º Académico FC (17 pontos), 12.º Juventude Mar (13 pontos, - 1 jogos).

O Noticias